Notícia da Diocese

Projeto Fé e Cultura valoriza a religiosidade nos festejos juninos

Autor: Márcia Marques

Que a festa é de São João, isso todo mundo sabe. Porém o Santo nem sempre é tão lembrado assim. Por isso, a Diocese de Campina Grande desenvolve, há 5 anos, o projeto Fé e Cultura, que busca valorizar a religiosidade na festa mais tradicional da cidade. Show com o Padre Fábio de Melo, Missas temáticas na Catedral de Nossa Senhora da Conceição e exposição sacra na réplica da Catedral do Parque do Povo fazem parte do projeto este ano. “Santo Antônio, São João e São Pedro são os protagonistas da festa, e nós queremos exaltar isso”, lembra o Pe Luciano Guedes, coordenador do Projeto.

Neste dia 13 de junho, às 17h30 dia de Santo Antônio já tem a primeira ação do Fé e Cultura. A Missa na Catedral de Campina Grande terá a participação cultural do Teatro João Paulo II, que vai trazer para a celebração elementos que falem do Santo homenageado. O Cantor Sussa de Monteiro fará uma participação no fim da celebração, cantando músicas que valorizem a religiosidade e a cultura popular. “Ano passado fizemos estas missas temáticas e foi um momento muito rico de evangelização e valorização da cultura. As pessoas gostaram muito e pediram para fazermos este ano de novo”, explica o Pe Luciano.

O show do Pe Fábio de Melo será no dia 20 de junho no Parque do Povo. Ele participa do projeto desde a primeira edição e, todos os anos, é recorde de público no Quartel General do Forró. “É sempre muito especial cantar em Campina Grande, terra que me acolhe desde os meus primeiros passos na vida religiosa. E cantar especialmente no Maior São João do Mundo é uma responsabilidade e uma emoção que eu gosto e tenho prazer de viver”, diz o religioso, que não esconde seu amor pela Rainha da Borborema.

A réplica da Catedral no Parque do Povo ainda não tem data certa para abrir, mas a proposta já está definida. “Vamos valorizar a devoção popular a Nossa Senhora Aparecida, já que este ano a Igreja celebra os 300 anos do encontro da imagem nas águas do Rio Paraíba”, diz André Oliveira, responsável pela exposição. “Claro que os nossos Santos juninos não ficarão de fora, mas vamos aguardar a réplica ser aberta”, brinca o curador.

As missas dos dias 24, dia de São João; e do dia 29, dia de São Pedro também serão às 17h30 na Catedral e também terão participações do grupo teatral e de artistas locais, ainda não confirmados pela organização.

 

Fonte:
Pascom Diocesana

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.requerido

*

* *

2 Comentários

Edvânia Santos

Ano passado teve padre reginaldo manzotti tmb,um show de muitas bênção
Quem vai estar na programação religiosa do dia 27 é parte da diocese também né