Notícia da Diocese

Diocese promove encontro de formação da Pastoral da Mulher Marginalizada

Autor: Márcia Marques

Este fim de semana, em Campina Grande, agentes de todas as paróquias da Diocese participam do encontro que visa a formação dos grupos de Pastoral da Mulher Marginalizada. O encontro será no Centro Diocesano Dom Luís Gonzaga Fernandes (Tambor) do dia 30 de junho até o dia 02 de julho. A assessoria será com a coordenadora nacional da PMM, Maria Rosely Pinheiro, que vem da Diocese de Rondonópolis (MT).

A Pastoral da Mulher Marginalizada é uma pastoral social que atua no âmbito nacional, ligada ao Setor de Pastoral Social da CNBB – Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, relacionada à Comissão Episcopal para o Serviço da Caridade, Justiça e Paz. A missão da PMM é ser presença solidária, profética e evangélica junto à mulher em situação de prostituição, construindo relações humanas e humanizadoras. Além disso, pretende acompanhar as mulheres na construção de novas relações consigo mesma, com o outro, com a natureza e com Deus para que tenham “vida em plenitude” (Jo 10,10).

“A proposta é que, neste encontro, compareçam ao menos duas pessoas por paróquia, que queiram dar início a esta pastoral em cada território paroquial da diocese”, explica Rejane, uma das organizadoras do evento.

Para outras informações: Genilda – (83) 98814-5047 Rejane – (83) 99972-9017 .

 

PROGRAMAÇÃO:

 

Data: 30/06/2017 (Sexta-feira)

– 19h – Jantar

– 20h – Acolhida / apresentação

– 20h10min – Abertura com o tema: Pastoral da Mulher Marginalizada –Quem somos?  Palestrante: Maria Roselly

 

Data: 01/07/2017 (Sábado)

– 07h – Café

– 08h – Espiritualidade: Maria como Modelo de Serviço

– 08h30 / 08h50 – Animação

– 08h50 – Tema: Desvendando o Universo da Prostituição. Palestrante: Maria Roselly

– 10h– Intervalo

-10h15 – Tema: Estigmas e preconceitos que permeiam o universo da prostituição. Palestrante: Maria Roselly

– 11h30 – Animação

– 11h40 – Conclusão dos temas abordados.

– 12h – Almoço

– 14h – Mesa redonda – Tema: Exploração Sexual – Ninguém é imparcial – Conhecer para combater. Mediadora: Maria Roselly

– 16h15 – Intervalo / Animação

– 16h30 – Trabalho em grupo/plenária

– 19h– Jantar

– 20h – Noite Cultural – Visita ao Parque do Povo

 

Data: 02/07/2017 (Domingo)

– 07h – Café

– 08h – Espiritualidade

– 08h20 / 08h30 – Animação

– 08h30 – Tema: Deus, Mulher Libertadora. Palestrante: Zanza (CEBI)

– 09h50 – Intervalo

– 10h15 – Avaliação

  • Considerações finais de Roselly e os agradecimentos.

– 11 h – Missa de Envio

– 12 h – Almoço

Fonte:
Pascom Diocesana

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.requerido

*

* *